O Refúgio a uma Sociedade: Agosto 2016

Os meus objetivos

Desde que acabei o 12º que tento levar a vida por objetivos para não me sentir perdida uma vez que não fui para a universidade. Aqui vou deixar alguns dos meus objetivos, uns já foram cumpridos, outros estão quase e outros ainda estão longe de estarem cumpridos:

Usar aparelho/corrigir os dentes;
Tirar a carta;
O carro baratinho mas aos meus gostos;
Tirar um curso que goste;
Fazer workshops de maquilhagem/formações;
Fazer a depilação toda a lazer;
Fazer Glamping;
Viajar/conhecer novos sítios;
Ir juntando dinheiro;
Fazer voluntariado;
Ir a um festival;
Aprender a nadar;
Passear mais com as pessoas que são importantes;
Andar de balão de ar quente;
Ter um cão.

É claro que alguns vão tendo mais prioridade, vou acrescentando alguns, tirando outros mas o bom disto é conhecer e aprender, viver experiências, e ter algo que nos puxe para a frente. É olhar para trás e ver já consegui isto e aquilo por mim. É ótimo, não é ? Eu espero ter-vos ajudado com isto. Levem a vida por objetivos e divirtam-se!


A minha viagem medieval por terras de Santa Maria da Feira

Hey, espero que se encontrem bem! Num destes dias fui ver a feira medieval de Santa Maria da Feira. Nunca lá tinha ido. Então foi mais um passeio e uma feira que fiquei a conhecer. É enorme. Tem montes e montes de barraquinhas, com comida/doces. O que mais gostei de ver na parte dos doces foi as maçãs caramelizadas, isto porque me lembrei dum filme sobre a época antiga em que apareciam as tais maçãs... Viu-se pózinhos que supostamente tinham efeitos, como por exemplo, o pó da amarração que antigamente acreditava-se que faria relações darem certo e serem para sempre, desde símbolos, utensílios de sobrevivência, emblemas de brasões de família, coroas de flores, até penteados medievais tinham lá a fazer para de certa forma as pessoas entrarem no espírito! Eu passei lá um dia inteiro, e nao me cansei de lá andar! Visitei o castelo, vi pequenos artistas a fazerem o seu espectáculo. Cada pessoa de cada barraca tinha o seu jeito de chamar atenção e mostrar o que lá tinham de forma cativante. Vi o cortejo, e digo sinceramente aquilo não é um simples cortejo, as pessoas parecem escolhidas "a dedo" isto porque elas enquadraram muito bem as personagens desde do prisioneiro que caminha todo torto com as correntes até às meninas que não caminham mas que dançam... O cortejo trás corujas, cabritas e cães enormes. Tudo do que vi, que foi só uma parte, estava muito bem! Escusado será dizer que vos aconselho a lá passarem para o ano.
Beijinhos e Divirtam-se, passeiem muito, experimentem muito, conheçam muito! Vivam!